Nos acompanhe através das redes socias

Boletim Informativo

Para manter-se atualizado, cadastre seu e-mail e receba os nossos informativos periódicos!

02 de Julho de 2020

TJDFT - Juízes do TJDFT palestram sobre violência contra idosos

Fonte: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

A juíza do TJDFT Monize Marques, uma das coordenadoras da Central Judicial do Idoso, e o juiz titular da 2ª Vara de Família e de Órfãos e Sucessões de Ceilândia, João Paulo das Neves, participaram, nesta semana, de encontros virtuais abordando o tema da violência contra a pessoa idosa.

Ambos os magistrados palestraram, na segunda-feira, 29/6, em evento promovido pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família do Distrito Federal – IBDFAM- DF, intitulado “Violência Contra a Pessoa Idosa”.

Na terça-feira, 30/6, a juíza Monize também palestrou sobre a temática na webconferência “Os Desafios no Enfrentamento e Prevenção da Violência Contra a Pessoa Idosa”, ao lado da chefe do Núcleo de Estudos, Prevenção e Atenção às Violências – NEPAV/GDF, Elizabeth Maulaz. O evento foi promovido pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde – Fepecs.

Em sua fala, a juíza Monize Marques lembrou que “quando um velho morre, é uma biblioteca que se incendeia”. “Nós estamos recebendo hoje o que a geração que nos antecedeu produziu, e nós estamos produzindo o que as próximas gerações vão receber, nós estamos semeando isso; então, se a gente não se responsabilizar pela solidariedade no campo do direito da família, a gente vai produzir famílias cada vez menos aptas a cuidar dos seus idosos”, ressaltou.

Sobre a CJI

A Central Judicial do Idoso, projeto pioneiro do TJDFT, do Ministério Público do DF e da Defensoria Pública, é um serviço interdisciplinar destinado a atender pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, do Distrito Federal, que tenham seus direitos ameaçados ou violados e que necessitem de orientação e atendimento na esfera da Justiça.

Entre seus principais objetivos estão o de garantir a efetiva aplicação do Estatuto do Idoso, prover a comunidade do DF de informações, promover a articulação com instituições para atendimento das demandas existentes e assessorar autoridades competentes.

Atendimento

Mesmo com o atendimento presencial suspenso, diante do perigo de contágio pelo novo coronavírus, a Central Judicial do Idoso - CJI segue com os atendimentos pelo telefone  3103-7609 e pelo e-mail centraljudicialdoidoso@tjdft.jus.br.

Para saber mais sobre a Central, clique aqui.


Fonte: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Confira Também